// Notícias

-

Conheça os benefícios dos exercícios físicos para os portadores de diabetes

Autor: Connect Funcional, postado às 17:49, em

O Diabetes Mellitus (DM) é uma desordem metabólica crônico-degenerativa de etiologia múltipla que está associada à falta e/ou à deficiente ação da insulina. Caracteriza-se por hiperglicemia, causando alterações no funcionamento endócrino que atingem principalmente o metabolismo dos carboidratos.

Sabe-se que o diabetes do tipo 2 possui um fator hereditário maior que no tipo 1. Além disso, há uma grande relação com a obesidade e o sedentarismo. Estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos. A incidência é maior após os 40 anos de idade.

Uma de suas peculiaridades é a contínua produção de insulina pelo pâncreas. O problema está na incapacidade de absorção das células musculares e adiposas. Por muitas razões suas células não conseguem metabolizar a glicose suficiente da corrente sanguínea. Esta é uma anomalia chamada de “resistência insulínica”.

O sedentarismo é visto atualmente como um problema mundial de saúde. Entre as razões que levam à inatividade, um dos possíveis fatores é o desconhecimento sobre como se exercitar, as finalidades de cada exercício, limitações de alguns grupos populacionais e percepções distorcidas em relação aos benefícios do movimento.

Segundo McArdle; Katch e Katch (2001), “atividade física é o movimento corporal produzido pela contração muscular e que faz aumentar o dispêndio de energia”.

“Exercício físico é uma atividade física planejada, estruturada, repetitiva e intencional.” (MCARDLE; KATCH; KATCH, 2001)

O exercício físico ADEQUADO (supervisionado por um profissional competente) pode ser um preventivo a uma série de males à saúde, entre os quais se destacam: Obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes, osteoporose, depressão e maior mortalidade por qualquer causa. No entanto, muitos desses conhecimentos não são adequadamente divulgados fora do meio acadêmico, permanecendo desconhecidos para grande parte da população.

O sedentarismo leva ao aumento de doenças crônicas, pessoas que não se exercitam regularmente apresentam riscos maiores de desenvolverem doenças crônicas como cardiopatia coronariana, hipertensão, hipercolesterolemia, câncer, obesidade e distúrbios musculoesqueléticos.

Muitas atividades da vida diária envolvem a combinação da força, potência, resistência muscular e da flexibilidade articular e muscular. A capacidade dos indivíduos continuarem fisicamente independentes, provavelmente, depende menos da forma cardiovascular do que destes componentes musculares.

Com a decorrência do fenômeno de industrialização associado ao aumento do sedentarismo e mudança de hábitos alimentares, o surgimento da obesidade e também do diabetes tipo 2 na nossa população tem se tornado cada vez mais frequente.

É sempre bom lembrar que os efeitos benéficos dos EXERCÍCIOS FÍSICOS ocorrem somente para quem se exercita com regularidade. Por isso, a importância de realizar atividade física pelo menos três vezes na semana.

Benefícios do Exercício Físico para portadores de Diabetes:

Como benefícios agudos, podemos citar: o aumento da ação da insulina, aumento da captação da glicose pelo músculo, captação da glicose no período pós-exercícios, diminuição da glicose sanguínea, aumento da sensibilidade celular à insulina

Cuidados ao praticar atividades físicas:

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, indivíduos com níveis glicêmicos agudos superiores a 250mg/dl NÃO devem praticar atividade física, pois com o alto índice glicêmico é aumentada a secreção de glucagon, GH e catecetaminas, em seguida, o fígado libera mais glicose, por isso, é de extrema importância a verificação da glicemia antes de qualquer exercício físico, tornando a atividade mais segura e sem risco à saúde.

Utilizar calçado adequado, evitar exercícios no calor ou frio intenso, inspecionar os pés após o exercício, evitar exercícios durante o controle metabólico deficiente, evitar exercícios a noite, pois as atividades físicas no final da tarde predispõe a pessoa com Diabetes tipo 1 à hipoglicemias durante a noite.
Ainda que os exercícios regulares possibilitem diversos benefícios para os praticantes, tanto na prevenção quanto no tratamento do diabetes, estes só serão alcançados se forem realizados de maneira adequada. Caso contrário, a pessoa com Diabetes estará sujeita a alguns riscos indesejáveis e até desastrosos.

Procure sempre um profissional de Educação Física habilitado, pois com sua saúde não se brinca.

 

 

 

Autor: Fabrício Santos – Cref: 7440/DF

COMENTÁRIOS